terça-feira, 18 de abril de 2017

Dia do Livro Infantil - Quanto custa um livro Infantil por Uiara Melo

Olá bom dia.
            Ando sumida, está a faltar-me tempo e inspiração para produzir textos significativos para vocês leitores. Graças ao universo, a Essencial Litteris Produções Literárias e Livraria está acontecendo (aguardo a visita de vocês).

           Mas hoje quero falar do Dia do Livro Infantil (18/04) que deve ser celebrado assim como é o Dia do Livro em 29 de Outubro. Parabenizo não só ao Monteiro Lobato como tamb Flávia Vasconcelos, Isabella Ingra, Mariucha Corrêa, Milla Souza, Uiara Melo (eu) etc.
ém:

Quanto custa um livro Infantil
Uiara Melo
18/04/2017

            O que é um livro? Eu poderia responder que é uma junção de folhas, em formatos diferentes, com formatações adequadas para transmitir conteúdo, informações pertinentes para o aprendizado ou também, conteúdo somente para entreter ou preencher aquele vazio que é secretamente guardado por nós.
            Muitos dizem que alguns livros nos fazem viajar para muitos lugares sem sair de casa, e que outros já nos causam inquietações, fadigas, revoltas. Porém, na data de hoje, quero falar sobre o dia do Livro Infantil, que sempre nos lembra de Monteiro Lobato e a Emília.
            Essa data foi escolhida por ser  aniversário do Lobato, que foi um grande escritor do gênero infantil, e também um dos mais influentes escritores da literatura brasileira.
            Escrever para o público infantil é aventurar-se, arriscar-se em um universo tão subjetivo que só pertence às crianças. Tudo tem que fazer sentido, e ter um porquê. Bem como as cores têm que ser bem elaboradas, as ilustrações bem pensadas. A criança é um termômetro simples: ela gosta ou não gosta, e pronto. Conseguir entrar em seu mundo é trabalhoso, e quando entrar, respeite. 
            Parabenizo todos os escritores brasileiros do gênero infantil pela dedicação, cuidado, e amor pelo que fazem. Contudo, compartilho com vocês um texto de minha autoria, onde relato como foi a aventura de escrever para esse público tão encantador. Texto já publicado em sites dia 17 de novembro de 2016.
***
Imaginar, Criar e Viver (Uiara Melo)
Três dos mais variáveis itens necessários para um escritor são: Imaginar; Criar e Viver. Muitas das vezes um adulto com essas habilidades, pode ter sido uma criança feliz. As séries iniciais são de extrema importância para aguçar na criança o seu lado lúdico. Leitura, leitura e contação de história são bons aliados. “Na experiência lúdica, a criança, assim como o adulto, cultiva a fantasia, vivência a amizade e a solidariedade, traço fundamental para se desenvolver uma “cultura solidária” na sociedade brasileira atual” OLIVEIRA (apud BERNADES, 2005, p.46) *.
Quando permiti-me a escrever para o público infantil, fiquei com receio de como seria a receptividade dos pequenos ao lerem. Apesar da experiência com livros adultos, nesse eu tive que imaginar, criar e viver cada momento da escrita. Remeti-me ao meu EU infantil, tive que recuperar a Uiara criança que brincava de tudo e imaginava ao extremo.
Quando eu sentia dificuldade em desenvolver alguma parte do livro, eu contava com a ajuda da minha personagem principal, Marina.
Imaginar é poder pensar em algo fora da realidade, fora do senso comum.
Criar é trazer para o concreto aquilo que imaginou.
Viver é permitir-se, despir-se das preocupações de adulto e sorrir – alegrar o coração.
E assim surgiu o “Marina no faz de conta”. Um livro infantil, de doce leitura que aborda o desenvolvimento cognitivo (a maturação do pensamento, construção de ideias, a percepção do outro e a ludicidade), social (conviver em grupo, aceitar a opinião do outro, saber vencer e perder), afetivo (fortalecimento de laços sentimentais) e o corporal (noção espacial, coordenação motora grossa e fina etc).
Adultos, incentive as crianças a desenvolverem a criatividade, o lúdico em suas vidas, pois, serão adultos mais felizes e funcionários exemplares (essa é a expectativa).
*BERNARDES, E.L. Jogos e Brincadeiras: ontem e hoje. Cadernos de história da Educação, São Paulo, n.4, jan/dez 2005.
***
            Finalizo, respondendo ao título desse artigo. O livro tem o valor que lhe foi investido: dedicação, tempo, estudo. Além dos valores que estão escondidos por detrás de todo o seu encanto, os gastos pelo escritor: revisão, capa, diagramação, marketing, gráfica etc. Some, multiplique e dívida tudo isso por dois. Um livro não tem que ser barato e nem caro. Ele só tem que ter o valor fiel a um trabalho. Isso sem contar que, muitas das vezes, o escritor só recebe 10% do valor de capa. Mas, apesar disso tudo aí, o que mais conta é a remuneração afetiva quando, depois de todos os obstáculos superados, conseguimos ver um sorriso sincero na face de uma criança. Isso só nos motiva cada dia mais.
www. essenciallitterispllivraria.com

uiarameloautora@gmail.com




16 comentários:

  1. Nossa, não sabia que hoje era dia do livro nacional, dos autores e editoras brasileiras.
    Parabéns a todos ><

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, hoje é o dia Nacional do Livro Infantil.
      Obrigada!!
      Volte sempre.
      Uiara Melo

      Excluir
  2. Oi Uiara, tudo bem? Que prazer conhecer o trabalho de alguém que se dedica a contar histórias às crianças. Eu adoro crianças, adoro brincar com elas e entrar nesse mundinho tão peculiar, mas não sei escrever para elas, o que não me deixa frustrada, apenas melancólica. Mas, adoro literatura infantil, creio que podemos aprender muito sobre a vida de uma maneira mais simples, menos formal e muito mais divertida.
    Parabéns por esse dia que é seu também e sucesso!!! Bjos

    www.blogpapelpapel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, obrigada pela visita e comentário.
      Poxa, é uma magica, é fantasia poder escrever para eles. Fico ainda mais feliz por conseguir entrar no mundinho deles tão particular e subjetivo.
      Gosto muito do que faço.
      Quando puder volte para ler os meus outros textos, será bem vinda.
      Abraços, Uiara Melo.

      Excluir
  3. Olá, Uiara!
    Primeiramente, parabéns para você! E o texto ficou maravilhoso. Me identifiquei por tenho uma irmã caçula, então seiu mais ou menos como é haha

    Abraço!
    http://lupiliteratus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Fabio. Obrigada! Trabalhar para a criança ou com criança, é mágico. Gosto muito.
      Volte sempre.
      Abraços,
      Uiara Melo

      Excluir
  4. Muito bacana! Não sabia que existia um dia do livro infantil, ignorância minha total, eu sei. Amei saber disso através deste blog, por vc que escreve para nossas crianças. Crianças são demais! E torço para que consigamos valorizar cada vez mais o trabalho dos nossos profissionais escritores, sem achar muito caro oq nem sabemos como faz! Muito bom o post

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Daiana tudo bem? Pois é, tem muitas datas que não são divulgadas porque não é de interesse da cultura politica do país ainda mais agora nesse momento de recessão.
      Mas enfim, esse é o meu papel como escritora levar informações e entretenimento ao leitor.
      Obrigada pela visita, volte sempre.
      Abraços, Uiara Melo.

      Excluir
  5. Não sabia que dia 18 foi o dia do livro infantil, mas achei muito interessante ter essa data que é tão importante. Concordo com vc o livro não pode ser nem caro e nem barato, pois temos que reconhecer o trabalho dos autores, gostei muito do seu post, comprar um livro para uma criança é investir no futuro dela,parabéns para todos os escritores, bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Lucimar. O livro tem que ter o valor que ele mereça para agregar respeito e seriedade ao trabalho do escritor. Sim, tem o dia do livro infantil.
      Obrigada pela visita e comentário.
      Volte sempre.
      Abraços, Uiara Melo.

      Excluir
  6. Esse é um investimento para o resto da vida! Eu invisto em livros para o meu filho desde bebê, no quarto dele tem uma estante cheia de livros! Quero muito estimulá-lo para ler bastante desde pequeno. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Cíntia. Qualquer livro agrega valor e custo. Escrever para o público infantil requer muita responsabilidade.
      Obrigada pela visita e comentário.
      Volte sempre.
      Uiara Melo

      Excluir
  7. Ontem foi dia do livro infantil? Para variar, sempre desinformado, haha.

    Uiara, não sabia que estava desenvolvendo um projeto de produção literária. Seria uma editora mais especificamente? Bom, boa sorte e sucesso nessa jornada. Ótimo post também; adorei! Muito bem escrito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Roberto. Sim, foi (rs) acontece.
      Então não é editora somente auxilio o escritor e produzo eventos literários.
      Obrigada.
      Volte sempre.
      Uiara Melo.

      Excluir
  8. Que legal! Sim, os livros infantis valem muito! Se hoje eu digo que gosto de ler é graças aos infantis que meus pais me deram quando criança.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, obrigada pela visita e comentário.
      Sim, os livros infantis possuem uma grande responsabilidade auxiliando e contribuindo para o crescimento da criança.
      Abraços,
      Uiara Melo

      Excluir