segunda-feira, 24 de abril de 2017

Vamos falar da Essencial Litteris Produções Literárias e Livraria

Olá bom dia!!

Este post é uma indicação para que possam conhecer essa proposta que vem somar com os movimentos literários do país que não podemos deixar findar.

É um projeto que acabou de nascer, não tem 1 mês de vida, mas está ocupando seu espaço no mundo literário.

A Essencial Litteris Produções Literárias e Livraria  surgiu depois de muitos projetos e tentativas de fazer algo significativo no mercado literário. A sua idealizadora, Uiara Melo, depois de muito ouvir os colegas de profissão e também por encontrar dificuldades em divulgação e produção dos seus trabalhos, decidiu organizar tudo em um único lugar. Sendo assim, o EL é o lugar ideal para amantes, aspirantes e valentes do universo literário.

Você pode visitar:

Site: www.essenciallitterispllivraria.com/
Instagran: www.instagram.com/essenciallitterispll
Facebook: www.youtube.com/channel/UCpxDWqD_m5o7mcw97Wpx5bg






terça-feira, 18 de abril de 2017

Dia Nacional do Livro Infantil

Oi, tem mais uma postagem para hoje.


 Nesta data como muitos já sabem comemoramos o Dia Nacional do Livro Infantil ou Dia do Monteiro Lobato. Fui convidada a participar da abertura de um projeto muto legal " Nas Ondas da Leitura" no colégio Barroco Lopes em Macaé/RJ. Digo que estou cansada, mas apaixonada!
Adorei os dois momentos com os alunos. Foram 170 autógrafos com muito amor e carinho.

A literatura nos proporciona isso: felicidade e sorriso estampado no rosto.
E como diz Monteiro: "O escritor constrói o castelo e o leitor mora nele".

Gratidão é o que eu sinto no momento.

Obrigada!!!



Paz e bem!!


Entrevistas dias 14/04 e 17/04 sobre o dia Nacional do Livro Infantil

Olá boa tarde.


 Deixo aqui um pouco de como foi a minha participação no programa "Manhã da Globo - Momento Cultural" com Guilherme Kroll e Nelson Caio. Dia 14/04/17, foi muito legal.
Fonte: Página pessoal do Guilherme Kroll.

"Na próxima terça-feira, acontecerá um evento, no Barroco Lopes, em homenagem ao Dia do Livro Infantil, com Uiara Melo. Recebemos a talentosa escritora macaense no Momento Cultural com Guilherme Kroll, no Manhã da Globo com Nelson Caio III, nessa Sexta-Feira da Paixão, e rolou um delicioso papo sobre literatura.
"Convidei a Uiara Melo para escrever uma biografia não autorizada do Nelson Caio III. Acho que o título será Meu Malvado Favorito. Brincadeiras a parte, falamos muito sobre literatura. Minha filha Milena Sobral está lendo um romance dela, chamado Zhafira, e está adorando. Pobre da criança que não tiver acesso a literatura infantil. Com certeza, algo ficará faltando em sua formação", comentou Kroll."

Foto: Guilherme Kroll

Foto Guilherme Kroll




  Agora mais um pouco do dia 17/04 com Vinicius- O gaúcho de Pelotas programa "Momento do Esporte" na Rádio da Paz. Foi muito legal a participação. 
 

Foi muito bom.



Dia do Livro Infantil - Quanto custa um livro Infantil por Uiara Melo

Olá bom dia.
            Ando sumida, está a faltar-me tempo e inspiração para produzir textos significativos para vocês leitores. Graças ao universo, a Essencial Litteris Produções Literárias e Livraria está acontecendo (aguardo a visita de vocês).

           Mas hoje quero falar do Dia do Livro Infantil (18/04) que deve ser celebrado assim como é o Dia do Livro em 29 de Outubro. Parabenizo não só ao Monteiro Lobato como tamb Flávia Vasconcelos, Isabella Ingra, Mariucha Corrêa, Milla Souza, Uiara Melo (eu) etc.
ém:

Quanto custa um livro Infantil
Uiara Melo
18/04/2017

            O que é um livro? Eu poderia responder que é uma junção de folhas, em formatos diferentes, com formatações adequadas para transmitir conteúdo, informações pertinentes para o aprendizado ou também, conteúdo somente para entreter ou preencher aquele vazio que é secretamente guardado por nós.
            Muitos dizem que alguns livros nos fazem viajar para muitos lugares sem sair de casa, e que outros já nos causam inquietações, fadigas, revoltas. Porém, na data de hoje, quero falar sobre o dia do Livro Infantil, que sempre nos lembra de Monteiro Lobato e a Emília.
            Essa data foi escolhida por ser  aniversário do Lobato, que foi um grande escritor do gênero infantil, e também um dos mais influentes escritores da literatura brasileira.
            Escrever para o público infantil é aventurar-se, arriscar-se em um universo tão subjetivo que só pertence às crianças. Tudo tem que fazer sentido, e ter um porquê. Bem como as cores têm que ser bem elaboradas, as ilustrações bem pensadas. A criança é um termômetro simples: ela gosta ou não gosta, e pronto. Conseguir entrar em seu mundo é trabalhoso, e quando entrar, respeite. 
            Parabenizo todos os escritores brasileiros do gênero infantil pela dedicação, cuidado, e amor pelo que fazem. Contudo, compartilho com vocês um texto de minha autoria, onde relato como foi a aventura de escrever para esse público tão encantador. Texto já publicado em sites dia 17 de novembro de 2016.
***
Imaginar, Criar e Viver (Uiara Melo)
Três dos mais variáveis itens necessários para um escritor são: Imaginar; Criar e Viver. Muitas das vezes um adulto com essas habilidades, pode ter sido uma criança feliz. As séries iniciais são de extrema importância para aguçar na criança o seu lado lúdico. Leitura, leitura e contação de história são bons aliados. “Na experiência lúdica, a criança, assim como o adulto, cultiva a fantasia, vivência a amizade e a solidariedade, traço fundamental para se desenvolver uma “cultura solidária” na sociedade brasileira atual” OLIVEIRA (apud BERNADES, 2005, p.46) *.
Quando permiti-me a escrever para o público infantil, fiquei com receio de como seria a receptividade dos pequenos ao lerem. Apesar da experiência com livros adultos, nesse eu tive que imaginar, criar e viver cada momento da escrita. Remeti-me ao meu EU infantil, tive que recuperar a Uiara criança que brincava de tudo e imaginava ao extremo.
Quando eu sentia dificuldade em desenvolver alguma parte do livro, eu contava com a ajuda da minha personagem principal, Marina.
Imaginar é poder pensar em algo fora da realidade, fora do senso comum.
Criar é trazer para o concreto aquilo que imaginou.
Viver é permitir-se, despir-se das preocupações de adulto e sorrir – alegrar o coração.
E assim surgiu o “Marina no faz de conta”. Um livro infantil, de doce leitura que aborda o desenvolvimento cognitivo (a maturação do pensamento, construção de ideias, a percepção do outro e a ludicidade), social (conviver em grupo, aceitar a opinião do outro, saber vencer e perder), afetivo (fortalecimento de laços sentimentais) e o corporal (noção espacial, coordenação motora grossa e fina etc).
Adultos, incentive as crianças a desenvolverem a criatividade, o lúdico em suas vidas, pois, serão adultos mais felizes e funcionários exemplares (essa é a expectativa).
*BERNARDES, E.L. Jogos e Brincadeiras: ontem e hoje. Cadernos de história da Educação, São Paulo, n.4, jan/dez 2005.
***
            Finalizo, respondendo ao título desse artigo. O livro tem o valor que lhe foi investido: dedicação, tempo, estudo. Além dos valores que estão escondidos por detrás de todo o seu encanto, os gastos pelo escritor: revisão, capa, diagramação, marketing, gráfica etc. Some, multiplique e dívida tudo isso por dois. Um livro não tem que ser barato e nem caro. Ele só tem que ter o valor fiel a um trabalho. Isso sem contar que, muitas das vezes, o escritor só recebe 10% do valor de capa. Mas, apesar disso tudo aí, o que mais conta é a remuneração afetiva quando, depois de todos os obstáculos superados, conseguimos ver um sorriso sincero na face de uma criança. Isso só nos motiva cada dia mais.
www. essenciallitterispllivraria.com

uiarameloautora@gmail.com