domingo, 10 de julho de 2016

"Complicado e confuso de um jeito totalmente bizarro" - Cody/ Gayle Forman por Uiara Melo

   Interessante pensar como a frase da personagem Cody do livro "Eu estive aqui" de Gayle Forman possa ser desestruturada e estruturada ao mesmo tempo - pausa para um suspiro.

Autora: Gayle Forman
Páginas: 240
Ano: 2015
Editora: Arqueiro
Acompanha: Dr. Pepper (se achar no Brasil) ou uma 
boa dose Cuba Libre



   O livo começa quando Cody recebe a notícia de falecimento da sua melhor amiga.. Meg.. depois disso a trama se desenvolve na incansável busca de respontas plausíveis para o suicídio da Meg. Cody, tenta compreender o que não precisa ser compreendido, e percebe como as pessoas não conseguem ser boas por muito tempo. Ela vê que não basta estar ao lado de alguém 24 hrs por dia para acreditar que sabe tudo sobre ela - mentira! Ninguém sabe de ninguém 100 %, somos uma caixa de surpresa ambulante - uma especie de "Kinder Ovo".
    O mais interessante é como esses tipos de doenças, patologias, escolhas, estão sendo romanceadas de forma subliminar. Será um aviso do "além" para que possamos dar mais valor a vida e parar de vitimização e mesquinharias?
    Enfim, a personagem Cody, é magnifica e boca "suja" eu usarei de suas falas aqui, já que não posso escrever diretamente.. "-Vai se foder!" (pag198) o mundo, e não dê confiança para o que a sociedade fala de você, seja você mesmo sempre.
   A autora aborda muito visceral a questão da depressão e do suicídio. O suicídio é uma escolha que advém da depressão (nem sempre quem tem depressão que se auto "f*") então, isso gera muito cuidado e é meticuloso por demais. Às vezes, a pessoa que está ao seu lado pode estar em depressão e você "achar" que ela está fodásticamente bem - mentira!.
   As mensagens subliminares são ótimas desdo momento em que você consegue entender que o pingo do "i" é letra também. Não banque o otário, e tente interpretá-la também.

  "Encaixar a coragem em seu devido lugar".. Shakespere  - várias vezes sitado na obra. O quê você entende ao ler essa frase?

   Enfim, seja com o suicídio da Meg, ou com a eutanásia do Will e outras escolhas avessa a vida.. nunca vá pela cabeça do outro, seja sempre você mesmo, tente sempre fazer o melhor, e talvez o melhor, não seja tira a própria vida.

Obs.: os personagens são tão viciados em Dr. Pepper, que eu sonhei que estava no supermercado comprando uma lata também.

*imagem Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário