sábado, 30 de abril de 2016

Tem vídeo novo no meu Vlog.

Olá românticos e romancistas!!

 Tem vídeo novo.... está um pouco grandinho, mas vale a pena assistir.

Amor e luz.

quarta-feira, 27 de abril de 2016

E está chegando mais uma oportunidade de divulgação!!

Olá românticos e romancistas, tudo bem?

Atenção!
Escritor(a) do estado do Rio de Janeiro que tenham interesse em participar desse projeto inovador, favor informar um e-mail para contato junto com uma pequena biografia e sinopse por inbox ou e-mail eafliterario@gmail.com.
Os escritores participantes poderão divulgar em nossa página seus trabalhos.
O evento está previsto para acontecer em Dezembro de 2016 na cidade de Macaé.
Lembramos também, que o escritor será um dos investidores do projeto, sendo assim, será necessário o pagamento de uma taxa para sanar os gastos com o evento.
O E.A.F está sendo apoiado pela Divulga Escritor e a FLAL com divulgações do evento.



Amor e Luz!


terça-feira, 19 de abril de 2016

Comentário livro "Mas e depois? - Para Sempre!" de Priscila Caroline - por Uiara Melo

Olá românticos e romancistas, tudo bem?

 Andei sumida, mas aos poucos estou voltando com um monte de novidade. Tem texto novo na minha coluna no site Divulga Escritor. E tem também a Litteris Consultoria e o EAF Literário.

 Mas hoje estou aqui para falar do livro " - Mas e depois? - Para Sempre!" da autora macaense Priscila Caroline.



Autora: Priscila Caroline
Ano: 2016
Páginas: 176
Editora: Autografia
Acompanhamento para a leitura: Soda limonada e Bubbaloo


   Eu tive o prazer de estar presente no dia da sua sessão de autógrafos. Fui muito bem recebida e a colega escritora foi super simpática - espero que continue assim e não caia no lado negro da força do universo literário.  

   A história começa um pouco cliché, mesmo que no marca página diga que não é um triângulo amoroso, Não estou condenando a autora, pois, como é o seu primeiro, acredito que nos próximos ela será bastante original. 

   A personagem começa a trama bastante insegura e sem propriedade. É um romance atual que fala até de TWD (adoro). Levei um tempo para entender quem era a "SOL". A personagem gosta de se sentir melancólica, sim ela gosta, porque muitas das vezes ela relata o seu estado emocional, mas prefere se render a isso. 
 A personagem Luisa está precisando urgentemente de uma "dose cavalar" de amor próprio. 

  "Quando gostamos de alguém, não podemos nos esquecer de nós".
Bruno, pag.84

Sim, a história nos mostra que devemos nos amar primeiro para depois amar o outro. Até que ponto devemos nos entregar por inteiro. Às vezes, nos entregamos demais, daí vem o destino e "pá", tira o seu chão. Como lidar com o vazio, a perda, se você não sabe nem lidar com o seu amor próprio? Gostei da história quando o personagem Bruno - amigo de infância da Luisa-, deixou de ser coadjuvante para ser um personagem em potencial. A autora poderia ter desenvolvido mais esse personagem. Mas nem tudo está perdido, se ainda há vida, existirá a esperança.

Enfim, gostei da história e espero ler muitas outras da Priscila Caroline. Desejo sucesso, muito amor e muita luz no seu caminhar.  

Recomendo a leitura.

Abraços e até a próxima. 

Uiara Melo


sábado, 9 de abril de 2016

Adorei participar mais uma vez do FLAL 2016

Olá boa tarde!!!

 Eu ainda estou maravilhada com a minha participação ontem no FLAL, foram mais de 50 perguntas, no final fiquei cansada e feliz. Obrigada a equipe do Festival de Literatura e Artes Literárias.

 Para lerem na integra é só clicar no link:

terça-feira, 5 de abril de 2016

Comentário Livro Ponto de Ressonância - Michelle Louise Paranhos/ por Uiara Melo

Olá românticos e romancista, tudo bem?

Hoje vou falar do livro Ponto de Ressonância de Michelle Louise Paranhos.

Autor (a): Michelle Louise Paranhos
Editora: Autografia
Ano: 2014
Páginas: 281
Dica de acompanhamento para leitura: Cuba Libre


“Quando a dor de não estar vivendo for maior que o medo da mudança, a pessoa muda.” 
SIGMUND FREUD

Eu levei um tempo maior para ler o P. R. da escritora Michelle Louise Paranhos, porque sou lenta (rsrs), porque as letras estão pequenas e porque há muitas informações em um único livro, então li didaticamente até me encontrar e perceber que a leitura começou a funcionar para mim a partir da página 93. E daí por diante, as soluções dos fatos foram acontecendo a partir da página 200.  Não estou falando que a história é ruim, pelo contrário, a história é muito boa. 

É de uma excelente narrativa, me fez investigar os propósitos dos acontecidos, o que me ajudou no final a juntar os quebra-cabeças da história, Quem é Raquel, Ana e Roberta? Se você quando for fazer a leitura desse livro prestar atenção nos detalhes, com certeza, irá se surpreender no final. 

Existem pontos interessantes, a Michelle teve a preocupação de esclarecer alguns temas importante como: As drogas; Abuso sexual; Aborto; Agressão contra a mulher e o ponto principal o Complexo Esclerose Tuberosa.

O livro não trata somente da vida de adolescentes em um campus universitário, tratasse da vida de Raquel, Ana e Roberta e o Ponto de Ressonância que as lingam. As três percorre o mesmo caminho, mas com personalidades totalmente diferentes o que acaba sendo uma rota de fuga para ambas sobreviverem na sociedade. 

A Michelle foi feliz ao colocar trechos de músicas para embasar os seus capítulos, deixando-os mais atrativos. 

Parabéns escritora, você fez um ótimo trabalho.

Agora vou me preparar para comentar outro trabalho dessa mesma escritora, o livro Mulato Velho.

 Abraços e até a próxima.

Uiara Melo

Amor e Luz.



segunda-feira, 4 de abril de 2016

Quem disse que seria fácil?!

Olá seguidores, tem texto novo na revista eletrônica Divulga Escritor.

 Deixou um prévia, quero ler mais é só acessar o link (só não esqueça de curtir): http://www.divulgaescritor.com/products/quem-disse-que-seria-facil-por-uiara-melo/#.VwLML2ZJ1vU.facebook


Quem disse que seria fácil?

 
Em momentos de trancos e barrancos, vivemos em um ciclo tenso, cheio de energias menos amores, de muitos “quereres” e nenhum “doares ou fazeres”. A crise é um círculo vicioso, atinge qualquer setor, qualquer área; até porque, ninguém trabalha sozinho; nem mesmo um escritor: ele precisa de um feedback, um ouvinte, um retorno para saber se está conseguindo atingir o que se deseja.
 Entretanto, as informações precisam ser claras, objetivas para que em nenhum momento seja distorcida, ao ponto de propagar aquilo que não deveria. O quão objetivo você é? Eu confesso que às vezes me embolo nas palavras, nos pensamentos por querer ser mais rápida que a velocidade da luz, e com isso, muitos entendem o contrário daquilo que eu queria passar, da mensagem que eu queria transmitir.
Nada na vida é fácil, tudo o que vem fácil demais, vai embora fácil também. Quem realmente faz algo por amor, luta a cada segundo contra a si mesmo, contra os obstáculos da vida, contra as impurezas das palavras, da alma. O quanto é difícil dormir acreditando em algo, e no dia seguinte descobrir que aquilo que você acreditava não faz mais sentido. O quanto é complicado limpar várias vezes um corrimão com tantas digitais, tantas vidas ali registradas.
E por isso que agora quero falar de: O quê é ser autor ou escritor nacional no início de carreira?  Uma profissão como tantas outras, porém precisa de muita leitura, escrita, estudos e prática – isso todo mundo já está cansado de saber. Mas e a alma, o sentimento em suas palavras, não conta? Por que as pessoas buscam obras tão hollywoodianas?
Acredito que muitos dos livros que ficam escondidos em livrarias são esses com a alma do escritor/autor, e que cada vez que um leitor passa por ele, não lhe dando atenção, morre um personagem.


Leia mais: http://www.divulgaescritor.com/products/quem-disse-que-seria-facil-por-uiara-melo/#.VwLML2ZJ1vU.facebook