sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Me viro do avesso - Uiara Melo

Olá tem poesia nova, venha ler e comentar.

 Beijos.


Me viro do avesso

Como a mesma intensidade que me beijas,
é a mesma que as vezes tenho vontade de lhe dar uns sopapos.

Tu me enlouqueces,
Me tira dos eixos.
Me usa e me abusa com muito manejo.

Oras vida, que penas sofridas de mim,
Que me viro do avesso para compreender o desleixo do seu
Amor, enfim...


04/02/16 Uiara Melo​

(imagem do Google)







Nenhum comentário:

Postar um comentário