domingo, 7 de fevereiro de 2016

Literatura brasileira ou literatura nacional? - Antônio Soares

Literatura brasileira ou literatura nacional?
Por Antônio Soares

Para não entrar em detalhes que iriam além do objetivo deste texto,  definamos “literatura” como sendo a categoria de livros que contam histórias ou poesias, não importando se são histórias com algum tipo de mensagem, crítica social ou de simples entretenimento. Isso inclui histórias em quadrinhos e roteiros de filmes e de novelas que, embora possuam características próprias, se encaixam na definição.

O que é, então, literatura “brasileira”?  Seriam os livros de literatura escritos no Brasil? Ou os que contam histórias que se passaram no Brasil? Ou ainda, que contam histórias de brasileiros, não importa onde estejam? Ou, para finalizar, livros escritos por brasileiros, sobre qualquer assunto, em qualquer lugar do mundo?

Penso que, independente do texto em si, a literatura deverá ser um reflexo da cultura considerada. E a cultura, quando isolada por algum critério, reflete as manifestações ditas “culturais” definidas por esse critério. O que nos levaria a uma definição bem simples: literatura brasileira é a expressão escrita de cultura brasileira.

E o que é a cultura? Uma definição pinçada na Internet diz:

Cultura significa todo aquele complexo que inclui o conhecimento, a arte, as crenças, a lei, a moral, os costumes e todos os hábitos e aptidões adquiridos pelo ser humano não somente em família, como também por fazer parte de uma sociedade da qual é membro. Cada país tem a sua própria cultura, que é influenciada por vários fatores. A cultura brasileira é marcada pela boa disposição e alegria, e isso se reflete também na música, no caso do samba, que também faz parte da cultura brasileira.

Daí, já podemos estender a definição de “literatura brasileira” para algo como “ é aquela que retrata, em seu enredos, histórias, a forma de vida, os costumes, os hábitos, a “forma de viver” brasileira”.

Um livro de vampiros cuja história se passa numa favela de recife, e aproveita para mostrar aspectos culturais daquele grupo social, é literatura brasileira.  Uma aventura de ficção científica, com personagens brasileiros, num contexto inteiramente brasileiro, mesmo que seja num futuro distante onde o transporte em São Paulo seja feito por veículos de flutuação magnética, também é literatura brasileira.  Enfim, todo livro que explore realidades ou anseios do povo brasileiro, deve ser considerado como sendo “literatura brasileira”.  Verdadeira literatura brasileira. 

“Literatura brasileira” independe, então, da nacionalidade do autor ou do local onde foi escrita. É evidente que a “marca” da literatura brasileira reside em ser escrita no Brasil e por brasileiros, pois essas são as condições básicas para que um texto possa representar a cultura brasileira, embora um estrangeiro possa vir ao Brasil, conviver com os brasileiros e escrever representando esse ambiente. Será, também, literatura brasileira. 

Por outro lado, o que é “literatura nacional”? É toda literatura escrita no país, incluindo a literatura brasileira.  Mas um livro escrito por brasileiro, em São Paulo, que descreve um ambiente do Texas, com personagens estadunidenses, vivenciando no ambiente e na cultura daquele país, é apenas literatura nacional, e não literatura brasileira.  Doa a quem doer. 

(imagem Google)

2 comentários: