terça-feira, 24 de março de 2015

Romantismo/ Romance/ Romântico

Ensaio para um Romance

por Uiara Melo

(imagem tirada da internet)

  Hoje eu quero escrever um pouco diferente, sair da rotina, sair do meu senso comum. Toda vez que eu leio o título do meu blogger "Ensaio para um romance", eu me pergunto: "Mas por que desse nome?", pois é, muitos devem se perguntar a mesma coisa. Será que realmente existe algum ensaio para um romance de fato? Poderíamos considerar a paquera, a conquista como tal? Entretanto, hoje nesse ciclo o qual vivo, não existe romance algum, "ando" meio que desacreditada dessas coisas. No máximo, romance somente em minhas histórias. Mas o que poderíamos considerar como romance? Seria um texto, uma vida exagerada de sentimentos viscerais como: amor, paixão, saudades, tristeza, felicidade assim como também, ações: abraços, beijos, afagos, sexos etc?
  O romance é herdeiro da epopeia (li no Wikipédia rsrsrs), espero não estar enganada, mas ele hoje é comparado, assimilado ao Romantismo. O que é ser romântico?
  Então penso eu, que para a vida real o romance não se faz ativo, presente? 

(imagem ilustrativa da internet)

  Se formos pesquisar referente as questões filosóficas do século passado, acharemos o movimento artístico, político e filosófico em XVIII que foi ao desencontro do racionalismo e ao iluminismo (é estou abordando fundamentos filosóficos e espero não estar equivocada). Romantismo é um movimento e ser romântico, é outra coisa, certo?
 Romantista é o espírito romântico que passa a designar toda uma visão de mundo centrada no indivíduo, sendo este um movimento estético, a arte do sonho e fantasia. Tudo acontece através da subjetividade do sujeito: na fé, no sonho, na paixão, na intuição, na saudade etc.
  E como eu citei acima, o que seria então ser romântico?
 Tempos atrás, eu diria que seria fácil ser um ou até mesmo encontrar um ao virar a esquina. Uma pessoa romântica de fato é difícil de se encontrar por aí (buá). , são aqueles seres iluminados que se expressam através de poesia, é apaixonado, e coloca "detalhes" românticos em tudo que escreve, vê, lê, fala, faz. É aquele ser que se comove com facilidade, sensível, ser nobre e lírico. É aquele individuo que vive isso 24 hrs por dia.
 O romântico, é a designação do Romantismo, então a pessoa que escreve um romance não necessariamente é romântico, ele pode possuir métodos de escrita para desenvolver a sua trama (história, novela, conto, livros, poesias etc). 
 O romantismos foi um movimento de exposição do ser como sujeito (subjetividade) no campo dos sentimentos: poetas, músicos, pintores, escritores etc. O ser romântico nasceu desse movimento do sujeito como tal. O romance é um gênero literário usado na literatura brasileira e portuguesa com os seus sub-gêneros: comédia, drama, épica, erótica, lírica, sátira, tragédia. Encontramos também como novela (muito usado no EUA), contos etc.
 Eu não sou uma pessoa romântica, o ambiente, a situação que me faz se romântica quando me sinto confortável em um lugar confiável (Freud pode explicar isso melhor do que eu). Escrevo romances não por que vivo eles em si, mas por que gosto da temática e da escrita literária (já disse que para escrever um romance não precisa ser romântico). 
  Existem controversas que ser sensível não quer dizer ser romântico, você está entendendo tudo isso? 
  Então concluo (ufa!!) que o meu titulo está mais voltado a literatura, ensaio, rascunho, texto, escritos para desenvolver um romance em papel.
 Não entendi por que escrevi tudo isso para concluir algo tão obvio, será? Quanto mais pesquiso, mais informações tenho, mais confusa fico. 

 Você é um ser romântico?

 Até mais, na próxima tentarei ser mais objetiva.

 See you!





Nenhum comentário:

Postar um comentário